Variáveis pré-analíticas

  • 28/08/2018

As Variáveis pré-ánaliticas:resultados corretos e com qualidade.

 

 

Existem poucos artigos científicos sobre o preparodo animal para colheita das amostras biológicas, que é a fase PRÉ-ANALITICA. Oresultado de um exame laboratorial confiável e de qualidade depende do preparodo animal, da coleta do material e do manuseio da amostra coletada. Qualqueralteração nos procedimentos pode comprometer a análise e o resultado do exame.

Algumas são as variáveis quepodem provocar alguns erros analítico nos resultados dos exames, como porexemplo:

Exercício: Amostras de sangue coletadasimediatamente após o exercício do animal, podem apresentar hematócrito elevadoe aumento do número de leucócitos. Estas alterações geralmente desaparecemalgumas horas após o exercício. O ideal é esperar o animal descansar para fazera colheita da amostra.

Estresse: Animais transportados de umambiente para outro, principalmente em locais fechados, presença de pessoas estranhasao seu convívio, sons e odores estranhos, levam ao estresse emocional do animal,o que pode causar um aumento da glicemia devido a liberação de epinefrina e donúmero de leucócitos e neutrófilos caracterizando o leucograma de stress(neutrofilia, linfopenia e eosinofilia).

Jejum: O ideal é o paciente estarem jejum durante toda a noite (8 a 10 horas) antes da colheita. Amostrascoletadas após a alimentação do animal, pode estar lipêmica. A lipemia podecausar hemólise, concentração alta de glicose e dos lipídeos e aumento debilirrubinas. Devido a dieta rica em proteínas ainda pode haver um aumento deuréia, já que as proteínas elevam o nitrogênio.

Medicamentos: Algumas cefalosporinasprovocam alterações de creatininas, as tetraciclinas interferem na determinaçãoda glicose. O ácido ascórbico endógeno e exógeno pode influenciar os testes deglicose e nitrato negativamente. Os glicocorticóides podem alterar a contagemtotal e diferencial de leucócito, pode aumentar os testes hepáticos, tais comoa fosfatase alcalina e a ALT nos cães. A insulina exógena diminui asconcentrações séricas de glicose, fosfato e potássio.

Colheita: Cada amostra deve ser colocadaem frasco com conteúdo adequado, presença ou não de anticoagulante. Muitosveterinários preferem usar seringa para colheita do sangue e transferir omaterial coletado para o tubo. Neste caso o material tem que ser transferidoimediatamente para o tubo com anticoagulante a fim de não coagular a amostra.Durante a transferência do material da seringa para o tubo, o sangue deve sertransferido suavemente, pelas paredes do tubo, a fim de evitar a hemólisesanguínea. Cada tubo possui capacidade para uma determinada quantidade desangue, caso seja colocado sangue a mais da quantidade indicada, ocorrerácoagulação da amostra. Em caso de sangue a menos, a citologia podeapresentar-se alterada.

Envio ao laboratório: O Material deve ser enviado ao laboratório o maisrápido possível, em uma temperatura de 4º a 8º C, devidamente fechados e com aidentificação do nome do animal e proprietário nos tubos, e a requisição deexames devidamente preenchida.

A importância da colheita bemfeita, pode refletir nos resultados finais dos exames em alguns casos, deacordo com a tabela 1 abaixo:

Tabela 1: Efeitos da Hemólise e daLipemia nos Resultados Laboratoriais

Exame

Alterações Causadas pela Lipemia

Hematologia

 

Hemoglobina
CHCM
Proteína Plasmática

Aumento
Aumento
Aumento

Análise Sérica

 

Enzimas
Amilase

Diminuição na Lipemia Severa
Diminuição na Lipemia Severa

Outras Análises

 

Albumina
Proteina Total
Cálcio
Glicose
Fósforo
Bilirrubina
Potássio, Sódio, Cloro

Diminuição
Diminuição
Aumento
Aumento
Aumento
Aumento
Diminuição se o método envolver diluição

Exame

Alterações Causadas pela Lipemia

Hematologia

 

Contagem de eritrócitos
Hemoglobina
CHCM
VCM
Proteína Plasmática
Antígeno de von Willebrand

Diminuição
Aumento em relação a contagem de eritrócitos e hematócrito
Aumento
Diminuição
Aumento
Diminuição

Análise Sérica

 

AST
ALT
LD
CK
Amilase
Lipase
ALP
Proteina Total
Albumina
Cálcio
Fósforo
Creatinina
Potássio
Bilirrubina

Aumento
Aumento
Aumento
Aumento
Diminuição
Aumento
Aumento ou Diminuição (depende do método utilizado)
Aumento
Aumento
Aumento
Aumento
Não se altera / Aumento / Diminuição
Aumento (eqüino, bovino, cães da raça Akita)
Leve Aumento

Fonte: Medicina de LaboratórioVeterinária. Interpretação e Diagnóstico. 2003.

Referências

Meyer, D.J; Coles, E, H.; Rich,L. J. Medicina de Laboratório Veterinária. Interpretação eDiagnóstico. São Paulo: Roca, 2003.

Braun, J. P., Bourgès-Abella, N., Geffré, A., Concordet, D., & Trumel, C..The preanalytic phase in veterinary clinical pathology. Veterinary ClinicalPathology, 44(1), 8–25. 2014. doi:10.1111/vcp.12206


Braz,P. H., Garcia, E. R. Frequência de erros pré-analíticos ocorridos na MedicinaVeterinária. Pubvet. v. 1, No.02,  p. 150, 2018.